quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Mais um de dinâmica

-Bom dia eu serei seu chefe a partir de hoje. O senhor já conhece o funcionamento da
nossa empresa?
-Bom dia, senhor. Não, ainda não conheço.
-Não é muito diferente de outras empresas que o senhor trabalhou. Aqui, como na maioria
das empresas, lhe encheremos de trabalho estúpido e repetitivo, deixando-o cada vez
mais entediado com a vida, tolhendo sua liberdade individual pelo bem da empresa, leia-se
o dono, enquanto o senhor ficará cada vez mais frustrado quanto a sua vida profissional.
Faremos reuniões que não decidirão absolutamente nada, e nessas reuniões ficará
provado que seus superiores são completamente incompetentes para assumir um cargo
de chefia. De acordo?
-Tudo bem.
-Também iremos lhe pagar um salário que, comparada à maioria da população, poderá
até parecer bom, entretanto, pelo fato de vivermos em uma sociedade superficial e
consumista, você nunca se dará por satisfeito, pois devido a essa cultura você se
sentirá tentado a gastar mais do que ganha em objetos totalmente inúteis que apenas
lhe darão um maior status social em uma comunidade vazia de valores, mas com som novo e DVD que toca mp3.
-Ok.
-E aos finais de semana, o senhor poderá gastar suas parcas economias em álcool,
enchendo a cara para esquecer as frustrações que a vida lhe proporciona, sem notar
que é você próprio que comanda a sua vida e é responsável pela sua própria desgraça.
E, ao final da sua vida, quando descobrir que trabalhou como um louco para não ter
quase nada fora seus anos de juventude jogados no lixo por um carro do ano e uma
televisão maior, você verá que tudo isso não servirá para nada, pois não levará nada
consigo quando tiver uma morte desoladora depois de ter vivido uma existência medíocre. Alguma dúvida?
-Vocês dão tickets-refeição?
-----------------------------------------------------------------------------------------------
Relevância é isso aí, esse texto tem 5 anos, e não sai de moda nunca.

13 comentários:

Nicotina disse...

sempre a mesma ladainha

Mau disse...

e provavelmente não vai sair por muito tempo.

e ai? eles tinham ticket-refeição?

Johnny M. disse...

Ainda tem vagas nessa empresa?

Cafeína disse...

onde mando o currículo? Eu juro, um dia mudo de lado e vou ser do RH...
bjin

Phernando Faglianostra disse...

Como assim gastar mais o que ganho em ojetos totalmente inúteis? Aquele IPod Dolce & Gabanna que comprei acaso é inútil???

bioblog disse...

hahahah!!
Tinha ticket refeição???
QUE BLOG GOSTOSOOOO!!! eu não conhecia.. adorei o Sr wonka ali encima, beijos!

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

HEAUEahueaHEauheaeh

Essa conversa vem desde o tempo do Charles Chaplin. xD

Stefanelli 2000 disse...

muito bom seu blog parabens

joao disse...

infelizmente é isso, os homens precisam de uma ilusao para viver =/

Arthurius Maximus disse...

Além de uma crítica social sutil e explícita ao mesmo tempo, um texto duro e brilhante, uma reflexão sobre a inutilidade de nossas vidas modernas.

Franco disse...

o jeito é vender tri-bala nos onibus, pede pro "piloto" liberar e faz a festa..
enfim.. assim nao tem chefe pra perturbar

Vênus disse...

Oi,Marcelo
Gosto do jeito que vc brinca com coisa séria...nossa..fiquei com meeedo!Será que daqui a alguns nos eu vou ficar mendigando tickets-refeição???
beijos

neTrop!k@lista disse...

nada a comentar.